SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Gestores de hospitais assinam Plano Estadual de Oncologia nesta quarta

Imprimir esta Notícia
Aparelho de Radioterapia_foto_Internet
Repórter: Mônica Lima
Foto: Reprodução Internet

Os Hospitais do Açúcar e Universitário Professor Alberto Antunes serão as primeiras unidades em Alagoas a assinarem o Plano Estadual de Oncologia, lançado no início deste mês pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Nesta quarta-feira (20), às 12h, no gabinete da Secretaria de Saúde de Maceió, os gestores da Saúde estadual e municipal, respectivamente, Rozangela Wyszomirska e José Thomaz Nonô, formalizam a contratualização com as duas instituições.

O Plano Estadual de Oncologia começou a ser elaborado o ano passado pelos técnicos da Sesau para melhorar a assistência aos pacientes com câncer, facilitando o acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento. A implantação do plano atende a portaria 140 do Ministério da Saúde, que prevê a disponibilização de procedimentos a serem realizados mensalmente pelas Unidades de Alta Complexidade em Oncologia  (Unacons) e os Centros de Alta Complexidade em Oncologia (Cacons).

Para a secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszmomirska, o Plano Estado de Oncologia irá melhorar consideravelmente a assistência aos pacientes com câncer, que terão acesso aos serviços e tratamento digno. “Os pacientes com a implantação do Plano Estadual de Oncologia terão uma assistência efetiva, resolutiva e humanizada. Aqueles que forem atendidos em uma Unidade Básica de Saúde e tenham suspeita de câncer, serão encaminhados para os Cacons e Unacons, onde farão os exames para fechamento do diagnóstico e, em caso de positividade, irão realizar o tratamento”, frisou.

Com a implantação do Plano Estadual de Oncologia, os Cacons e Unacos terão um incremento financeiro de R$ 19 milhões por ano, destinado exclusivamente para assistência oncológica. Está previsto por mês a realização de 500 consultas especializadas, 640 exames de ultrassom, 160 endoscopias, 240 colonoscopias e retossigmoidoscopias, além de 200 exames de anatomia patológica.

relacionadas

CIB