SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Serviço de Telemedicina é implantado na UPA do Trapiche

Imprimir esta Notícia
SESAU E HCOR IMPLANTAM TELEMEDICINA NA UPA DO TRAPICHE 18.8.2016 foto olival santos (129)
Repórter: Fabiano Di Pace
Repórter Fotográfico: Olival Santos

Os profissionais de Enfermagem e Medicina da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Trapiche participaram, nesta quinta-feira (18), de uma capacitação para utilização do equipamento de Telemedicina da unidade. O serviço foi implantado em parceria com Hospital do Coração de Alagoas (HCOR/AL) e tem o propósito de agilizar o diagnóstico do infarto agudo do miocárdio, aumentando a segurança nestas ocorrências.

“Os profissionais farão um eletrocardiograma, que será enviado para uma Central de Plantonistas no HCOR/AL, onde cardiologistas irão confirmar ou não o problema e prescrever como o paciente deve ser assistido”, explicou a diretora médica da UPA do Trapiche, Sandra Gico.

A diretora ressaltou que o exame aumenta o tempo-resposta na assistência à vítima de infarto. “Em casos de infarto agudo do miocárdio, a celeridade da assistência é essencial para a estabilização e sucesso dos procedimentos realizados”, destacou a médica.

SESAU E HCOR IMPLANTAM TELEMEDICINA NA UPA DO TRAPICHE 18.8.2016 foto olival santos (107)

A secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska, lembrou que o Serviço de Telemedicina foi lançado em abril deste ano, pelo Governo do Estado, e já está disponível nas UPAs de Delmiro Gouveia e São Miguel dos Campos.

“Uma nova Alagoas se faz com ações pioneiras e eficazes. Após implantarmos o serviço nas Unidades de Pronto Atendimento de Maceió, iremos levá-lo à UPA de Maragogi, assegurando uma assistência ágil àqueles que tenham sofrido ou estejam próximos de enfartar”, destacou.

SESAU E HCOR IMPLANTAM TELEMEDICINA NA UPA DO TRAPICHE 18.8.2016 foto olival santos (115)

Serviço de Hemodinâmica – Também presente ao curso, a coordenadora de Enfermagem da UPA do Trapiche, Mireli Torres, ressaltou que quando o diagnóstico é confirmado o paciente é encaminhado ao Serviço de Hemodinâmica do Hospital Geral do Estado (HGE), onde passará pelos procedimentos indicados pela equipe médica, a exemplo de angioplastia e cateterismo.

“O paciente é transferido para o HGE por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde será atendido por uma equipe especializada e preparada para assistências emergenciais”, destacou a coordenadora.

relacionadas

CIB