SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

PPRA e PCMSO do Samu estão prontos para serem executados em 2017

Imprimir esta Notícia

Texto e fotos: Arnaldo Santtos

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO), referente ao biênio 2016/2017, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram entregues nesta quarta-feira. O gerente Executivo de Valorização de Pessoas (GEVP/SESAU), Robson José da Silva e a coordenadora do Núcleo de Atendimento a Saúde e Segurança do Servidor (NASS), Nayara Calheiros, fizeram a entrega ao supervisor-geral do Samu, Lucas Casado.

A previsão é que os programas sejam colocados em prática no início de 2017 contribuindo para melhoria das condições de trabalho dos servidores. Para Robson José, os programas visam estabelecer ações que garantam a preservação da saúde e da integridade dos servidores, considerando os possíveis riscos nos ambientes de trabalho. Além de ter ainda a finalidade de monitorar exames laboratoriais e identificar, precocemente, qualquer problema que possa comprometer à saúde dos servidores.

“Depois de implantados, os programas serão um avanço para melhoria da qualidade de vida dos servidores”, comentou.

Nayara Calheiros destacou que é fundamental que ocorram ações preventivas e, o Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Samu é um parceiro, junto com a Gestão de Pessoas e do Setor de Saúde Ocupacional, para realizar essas ações. Disse também, que foi pactuado com a Sesau algumas instituições, um cronograma de exames periódicos que serão realizados nos servidores do Samu em 2017.

Na apresentação do PPRA, o engenheiro Wilson José que é um dos responsáveis pelos programas, afirmou que estabelecer, implementar e assegurar o cumprimento dos programas como atividade permanente é uma das responsabilidades da gestão. As ações de prevenção dos riscos de acidentes, seja ele químico, biológico e físico, são fundamentais, porque as empresas, públicas ou privadas, reduzem os custos. Os programas foram elaborados pelos técnicos do Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho – SESMT da Sesau e contou com o apoio da Gerência Executiva de Valorização de Pessoas (GEVP).

“A elaboração e implantação das ações previstas, vão fazer parte do planejamento estratégico do Samu e vamos dar total apoio as ações”, comentou Lucas Casado.

relacionadas

CIB