SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Uncisal tem curso de mestrado profissional aprovado pela Capes

Imprimir esta Notícia

Texto de Eduardo Almeida

Um sonho antigo dos professores que fazem a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) se tornou realidade nesta quinta-feira (5), quando o Ministério da Educação (MEC) divulgou a aprovação do primeiro mestrado profissional da instituição. O curso recebeu nota 3 e deve lançar edital de seleção nos próximos meses.

Coordenado pela professora Almira Alves, com o apoio da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, o mestrado em Educação na Saúde e Tecnologia vai oferecer 12 vagas e contará com duas linhas de pesquisa. O curso será composto por docentes da própria Uncisal e por uma professora associada, da Universidade Federal de Santa Maria.

“O mestrado é um sonho antigo, que agora se concretiza. O curso vai fortalecer a produção acadêmica e dar sentido à ideia de universidade. É uma alegria imensa participar diretamente da elaboração do projeto e ser a primeira coordenadora do mestrado. É muito gratificante para a carreira de um professor”, explica Almira Alves.

A professora ressalta, no entanto, que a elaboração do projeto contou com a participação de um grupo que atua na área Educação e Saúde. De acordo com ela, uma equipe multidisciplinar se reuniu periodicamente para formatar o documento submetido para avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

“Sem esforço em conjunto dos professores não seria possível concretizar este sonho”, acrescenta a professora, que atua na universidade há 11 anos.

Para o reitor em exercício da Uncisal, professor Paulo Medeiros, o mestrado em Educação na Saúde e Tecnologia é o primeiro de muitos que a universidade deve implementar nos próximos anos. Ele lembra que a universidade chegou a fazer parcerias com outras instituições, mas ressalta que este será o primeiro programa próprio de mestrado.

“A Universidade havia apresentado várias propostas, mas não conseguia aprovar um curso, porque não recebia nota suficiente. Desta vez, a professora Maria do Carmo, pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa, contou com o apoio de um grupo de professores, coordenado pela professora Almira Alves, que elaborou um projeto que recebeu nota 3 na Capes. Uma grande conquista para a Uncisal, sem dúvidas”, afirma o reitor.

Paulo Medeiros destaca a importância do curso para a instituição. “Um mestrado próprio, com o curso sendo realizado aqui, com os professores da casa, com toda a produção científica que isso vai trazer e a possibilidade de a gente titular os nossos docentes, tem um impacto enorme na universidade e significa a própria existência da instituição enquanto universidade”.

O reitor lembra que o mestrado foi aprovado em um momento de transformação pelo qual passa a universidade. “A Capes divulgou o resultado na semana em uma nova ala da Uncisal, com laboratórios de pesquisa, está sendo entregue”, complementa.

E conclui: “Essas vagas vão ser ofertadas para o público em geral, graduado, sobretudo que tenha formação na área de educação e saúde, o que vai possibilitar uma grande capacitação para profissionais do próprio Estado”.

relacionadas

CIB