SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Lacen/AL recebe ações do Projeto “Como está a sua saúde?”

Imprimir esta Notícia

Repórter: João Victor Barroso

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

Dando continuidade ao projeto “Como está a sua saúde?”, lançado na última terça-feira (23), os servidores do Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) tiveram a oportunidade de fazer alguns exames e assistiram a palestras educativas. As ações aconteceram nesta terça-feira (30), no prédio do laboratório, localizado no bairro Jatiúca, em Maceió.

Médicos e enfermeiros fizeram uma avaliação clínica dos servidores do Lacen/AL, com aferição de pressão, teste de glicemia e o Índice de Massa Corpórea (IMC), calculado por meio do peso e da altura. Os servidores do Lacen/AL ainda participaram de palestras sobre técnicas de escovação e orientações para diminuir o estresse do dia-a-dia.

Nayara Calheiros, gerente do Núcleo de Atenção à Saúde e Segurança do Servidor (NASS), explica que o projeto foi elaborado para provocar os servidores, onde eles possam reflitam sobre a própria saúde.

“Todas as ações foram feitas pela equipe multidisciplinar do NASS, formada por engenheiros e médicos do trabalho, enfermeiros, médicos especialistas e psicólogos, para que os servidores estejam saudáveis e consigam prestar um melhor atendimento para a população”, disse a gestora.

Para os casos onde os servidores apresentem alguma situação de risco, como diabetes, hipertensão ou sobrepeso, foram indicados para iniciar o tratamento com os especialistas clínicos do NASS.

Antônio Soares já trabalha desde 2007 como técnico de laboratório no Lacen/AL e passou por todas as atividades do projeto. “Achei muito interessante terem sido disponibilizadas essas ações para os servidores, porque assim podemos detectar algum problema de saúde precocemente. Minhas taxas estão normais e a equipe médica me indicou continuar com uma alimentação balanceada e começar a fazer exercícios físicos”, salientou o servidor de 50 anos.

Atividades voltadas para a saúde mental também foram desenvolvidas e quem aproveitou as sessões de massagem foi a técnica de laboratório do Setor de Imunologia, Luciene Lopes, 59 anos. “O dia de hoje foi muito proveitoso, recebemos informações para melhoramos a nossa saúde e ainda consegui relaxar um pouco com a massoterapia”, contou.

relacionadas