SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Christian Teixeira discute Plano Municipal de Saúde com prefeitos

Imprimir esta Notícia

Repórter: João Victor Barroso

Repórter Fotográfico: Anderson Moreira

 Os prefeitos dos 102 municípios alagoanos precisam elaborar, durante o primeiro ano de gestão, o Plano Municipal de Saúde, instrumento essencial para nortear as ações e os serviços de saúde durante o período 2018-2021. Para isso, o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, reuniu os gestores municipais e apresentou a importância do Plano, nesta segunda-feira (19), na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

O Plano Municipal de Saúde deve ser entregue juntamente com o Plano Plurianual (PPA), mostrando a realidade de cada cidade. Com isso, espera-se melhorar a assistência prestada para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com Christian Teixeira, com um planejamento bem elaborado, será mais fácil enfrentar as dificuldades encontradas na área da saúde e garantir mais qualidade nos serviços. “Para que os planos municipais sejam bem elaborados, a equipe da Sugeps [Superintendência de Planejamento e Participação Social] irá assessorar os gestores municipais que precisarem de ajuda”, afirmou o titular da pasta da saúde estadual.

A presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL), Izabelle Pereira, exaltou a parceria entre Cosems/AL, Sesau e AMA. Isso porque, segundo ela, o trabalho integrado entre as três instituições dará mais suporte aos técnicos dos municípios.

“Os Planos Municipais de Saúde precisam ser construídos em coerência com a realidade de cada cidade, ouvindo algumas demandas da população e fortalecendo tanto os indicadores locais como melhorando os serviços de saúde da região”, destacou Izabelle Pereira, que também é secretária de saúde de Teotônio Vilela.

A equipe da Sesau irá realizar duas capacitações sobre Planejamento Municipais de Saúde. A primeira acontece nesta terça-feira (20) para os 56 gestores municipais da I Macrorregião, no auditório da AMA, às 9h. Na quarta-feira (21), será a vez dos outros 46 municípios da II Macrorregião, em Arapiraca, no auditório do Centro de Referência Integrado de Arapiraca (CRIA), às 9 horas.

relacionadas