SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

SESAU DIZ QUE PAPEL DA ESCOLA É IMPORTANTE PARA A VACINAÇÃO CONTRA HPV

Imprimir esta Notícia

Alagoas ainda necessita vacinar 330 mil meninos de 11 a 15 anos, meninas de 9 a 15anos e crianças de 9 a 26 anos, vivendo com HIV/Aides, contra o HPV. Para isso, precisa conscientizar esse público-alvo para ir a um posto de saúde da capital e interior receber a vacina. A superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Cristina Rocha, ressalta a importância das escolas públicas e privadas no sentido de mostrar aos alunos a relevância da vacina, que protege contra os cânceres de orofaringe e colo do útero, pênis, vulva, vagina e anal. A escola, tanto pública quanto privada, de acordo com a superintendente da Sesau, é o ambiente ideal para orientar as adolescentes sobre a importância de garantir a proteção contra essas doenças, razão pela qual, desde que foi lançada a campanha, em 2014, o Ministério da Saúde aconselha e estimula a participação das escolas. “É a melhor estratégia para proteger os adolescentes. Quando a escola exerce o papel de mediador, o processo de conscientização fica mais fácil. Afinal, é nesse ambiente que eles passam grande parte do dia e estão em contato com os amigos, recebem informações e são instruídos”, destacou Cristina Rocha.

Redação: Marcel Vital/Raimundo Gomes

Em 10-8-17

 

relacionadas