SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Hemoal promove dia para doação de sangue no Tabuleiro do Martins

Imprimir esta Notícia

 

Repórter: Fabiano Di Pace

Repórter Fotográfico: Carla Cleto

 

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) promoveu, nesta sexta-feira (16), uma ação para doação de sangue no bairro Tabuleiro do Martins, em Maceió. A iniciativa aconteceu em parceria com a Faculdade Joaquim Nabuco, que cedeu o espaço para a realização das doações.

Segundo a assistente social do Hemoal, Rayara Andrade, a ação busca envolver a comunidade acadêmica e os moradores locais.  “Após as festas é importante que a população realize esse gesto de cidadania e amor ao próximo, que é a doação de sangue”, destacou.

A enfermeira do Hemoal, Fátima Vieira, lembrou que para realizar parcerias entre instituições e o Hemoal basta que um representante do local entre em contato com o hemocentro. “O contato pode ser feito através do número 3315-2109. Após o agendamento, uma equipe do Hemoal se dirige até o local para avaliação da infraestrutura e a coleta é realizada em dia pré-agendado”, explicou.

Um dos participantes do dia de doação foi o aluno de administração Everton Farias, que aproveitou a oportunidade para doar sangue pela primeira vez. “Foi um processo rápido e sem dor. Todos devem realizar esse gesto que faz uma diferença enorme na vida de muitas pessoas”, ressaltou.

Já o também estudante João Vítor Santos, aluno de do Curso de Administração, realizou a doação pela terceira vez em sua vida. Após o processo, ele disse que a doação de sangue é um ato que faz muito bem para o corpo e para a alma.

“Faço a doação de sangue desde os dezesseis anos e incentivo a todos a também adotarem essa prática que salva vidas. Faz bem à saúde e ainda deixa uma sensação boa na sua consciência”, reforçou João Vitor.

Critérios para doação – Para se candidatar à doação é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, no mínimo 50 kg e portar um documento de identificação com foto, segundo exigência do Ministério da Saúde (MS). No caso dos menores de 18 anos é necessário estar acompanhado dos pais e portando um documento de identificação original.

O voluntário não pode ter contraído doença de Chagas, AIDS, sífilis e hepatite após os 11 anos. É indispensável que o candidato à doação compareça bem alimentado. Em se tratando das gestantes e lactantes, não é permitida a doação. Já quanto aos doadores que irão repetir o procedimento, estipula-se um intervalo de dois meses para os homens e de três para as mulheres.

relacionadas

CIB