SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Hemoal e Hemoar realizam Campanha de Doação de Sangue

Imprimir esta Notícia

 

Repórter: Josenildo Törres

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

 

A partir desta segunda (19), os Hemocentros de Alagoas (Hemoal) e Regional de Arapiraca (Hemoar) promovem uma campanha de doação de sangue para a Páscoa. Com o slogan “Doar Faz Bem para o Coração”, a ação tem como propósito formar um estoque estratégico de plasma, hemácias e plaquetas, uma vez que as transfusões triplicam neste período.

Isso porque, até esta sexta-feira (16), o estoque de sangue da Hemorrede Pública de Alagoas estava crítico, dispondo de apenas 113 bolsas, quando deveria contar com no mínimo 300. Esse número representa 37,6% do percentual necessário para suprir a demanda diária de sangue.

“Caso 3% da população alagoana, com idade entre 16 a 69 anos de idade, doasse sangue regularmente, não haveria a necessidade de realizarmos campanhas em datas que antecedem os feriados. O sangue, apesar de ser um remédio, não se fabrica artificialmente. Por isso, temos que contar com a consciência e solidariedade da população”, ressalta a assistente social do Hemoal, Maria das Graças Padilha.

Onde doar – Para se candidatar à doação de sangue, basta se dirigir até o Hemoal Trapiche, localizado ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE). A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e aos sábados, das 8h às 17h.

Já no Hemoal Farol, localizado no Hospital do Açúcar, o atendimento ocorre das 8h às 11h. As doações também podem ser realizadas no Hemoar, situado na Rua Geraldo Barboza Lima, no Centro de Arapiraca. O órgão atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Critérios da Doação – Para se candidatar à doação de sangue é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, no mínimo 50 kg e portar um documento de identificação com foto, segundo exigência do Ministério da Saúde (MS). No caso dos menores de 18 anos, é necessário estar acompanhado dos pais.

Além destes pré-requisitos, o voluntário não pode ter contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e hepatite após os 11 anos. É indispensável que o candidato à doação de sangue compareça bem alimentado. Em se tratando das gestantes e lactantes, não é permitida a doação. Já quanto aos doadores que irão repetir o procedimento, estipula-se um intervalo de dois meses para os homens e três para as mulheres.

relacionadas

CIB