SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

ONG Pró Vida faz mais de 500 testes de HIV em Maceió

Imprimir esta Notícia

 

Repórter: Fabiano Di Pace

Repórter Fotográfico: Thiago Henrique

 

Criado para prevenir e garantir o tratamento de pessoas infectadas com o vírus HIV, a Organização Não Governamental (ONG) Pró Vida faz parte do Projeto Viva Melhor Sabendo, do Ministério da Saúde. O foco de suas ações, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), é a realização de testes rápidos de HIV na comunidade gay de Maceió.

“Realizamos a busca ativa em pontos de encontro da comunidade gay, além de redutos de prostituição”, explica o integrante da ONG, Dino Alves. O teste é feito através da coleta de fluido oral e o resultado é entregue em 15 minutos.

Entre agosto de 2017 e janeiro de 2018, a Pró Vida realizou 517 testes. “Esses números atestam o comprometimento da organização com a saúde e segurança da comunidade gay”, destacou a coordenadora do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis da Sesau, Sandra Gomes.

Além dos testes, foi realizada a distribuição de 28 mil preservativos oriundos da gestão estadual de Saúde. “É uma parceria importante, que se traduz em mais saúde e bem-estar para a comunidade gay”, reforçou Dino Alves.

Fabíola Silva, coordenadora da ONG, ressaltou que os testes são realizados com absoluto anonimato dos participantes. “Existe um estigma associado às Infecções Sexualmente Transmissíveis, especialmente a Aids. Por isso, é importante que as pessoas saibam que sua privacidade e sigilo do resultado são assegurados”, reforça a coordenadora.

Para Fabíola, a prevenção ainda é a melhor ferramenta para salvaguardar a saúde. “Use sempre preservativos e caso incorra em um comportamento de risco, procure fazer o teste. Não tema o resultado! Viver sabendo é essencial para a sua qualidade de vida e proteção de outras pessoas”, aconselhou.

relacionadas

CIB