SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Acadêmicos de enfermagem da Ufal fazem visita técnica no Samu

Imprimir esta Notícia

 

Repórter: João Victor Barroso

Repórter Fotográfico: João Victor Barroso

 

Aproximar a comunidade acadêmica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas. Esse é o propósito das visitas técnicas disponibilizadas pela Central Maceió para estudantes de enfermagem e medicina. Nesta quinta-feira (10), quem pode conhecer as dependências do Samu foram estudantes de enfermagem do 6º período da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Participaram da visita técnica 20 estudantes de enfermagem, que puderam saber como é a estrutura do Samu e ver um pouco das etapas que compõem o atendimento pré-hospitalar móvel. De acordo com Arnon Alves, coordenador do Núcleo de Educação Permanente do Samu Maceió, a visita é composta de duas parte uma parte teórica e uma caminhada pelas dependências do prédio do Samu.

“Na parte teórica, mostramos um pouco sobre a normatização do Sistema Único de Saúde, sobre a portaria Nº 2.048/ do Ministério da Saúde que rege os serviços de urgência e emergência, e falamos sobre suporte básico de vida no trauma, para mostrar algumas situações que encontramos no dia-a-dia nas ocorrências”, destacou o coordenador.

Os setores visitados pelos acadêmicos são a sala de regulação do número 192, o centro de esterilização de materiais, o dique, local onde as ambulâncias são higienizadas após as ocorrências. Os estudantes também têm a oportunidade de conhecer o interior das ambulâncias e o que compõe uma Unidade de Suporte Avançado e uma Unidade de Suporte Básico.

De acordo com Elaine Monteiro, instrutora de enfermagem do NEP do Samu Maceió, as visitas também servem para mostrar como é a atuação dos profissionais na área de urgência e emergência. “Durante todo o percurso falamos sobre a eficiência e a qualidade do serviço para a sociedade, mostrando os passos desde que quando somos acionados pelo número 192, indo para a ocorrência até chegar à unidade onde iremos deixar o paciente”, relatou a enfermeira.

Entre as visitantes está Deborah Mara, 21, que sempre se interessou pela área de urgência e emergência e ficou animada por ter aprendido um pouco mais sobre o Samu. “O que mais me chamou atenção foi a etapa da regulação médica, quando a ligação passa por um atendente, e depois o médico que irá determinar qual o tipo de viatura vai ser liberada dependendo da ocorrência. Também gostei de saber que no Samu todos os profissionais trabalham em equipe, com cada socorrista com sua determinada função para poder salvar o maior número de vidas possível” , exaltou a futura enfermeira.

As instituições de ensino interessadas em agendar uma visita técnica no Samu Maceió devem entrar em contato com o NEP pelo telefone: 3315- 1168.

relacionadas

CIB