SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Mais de 50 socorristas do Samu são treinados para atender gestantes

Imprimir esta Notícia

Repórter: João Victor Barroso

Repórter Fotográfico: João Victor Barroso

 

Um atendimento constante realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) são as ocorrências que envolvem gestantes e recém-nascidos. Para qualificar a assistência, 54 socorristas da Central Maceió foram atualizados nesta segunda-feira (5), no auditório do Núcleo de Educação Permanente (NEP), localizado no bairro Farol, em Maceió.

Entre os profissionais envolvidos estão técnicos de enfermagem, condutores socorristas e enfermeiros. Até outubro deste ano, a Central do Samu Maceió atendeu 535 ocorrências obstétricas. De acordo com Grace Monteiro, médica do Samu Maceió, as equipes devem fazer uma avaliação primária da mãe, ficando atentas à circulação, respiração e hemorragias.

“É sempre importante que as equipes estejam preparadas para prestar a melhor assistência à gestante. Quando chegar no local da ocorrência, é necessário procurar saber se tudo ocorreu dentro da normalidade no pré-natal e se a paciente tem algum tipo de doença, como por exemplo, hipertensão, além de observar se está medicada, para evitar complicações na hora do parto”, disse a médica.

Segundo o médico neonatologista do Samu Maceió, Adriano Belo, pode acontecer de a equipe chegar para fazer o atendimento e o parto já ter ocorrido. “Nesses casos, os socorristas devem limpar o recém-nascido, fazer uma primeira avaliação, enrolar o bebê para mantê-lo aquecido e colocar perto da mãe” explicou o médico.

As Unidades de Suporte Básico (USB) e de Suporte Avançado (USA) possuem um Kit parto, composto por braçadeiras, bisturi, tesoura, luvas estéreis e campo limpo estéril.

 

relacionadas

CIB