SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Demanda na Rede de Ouvidorias do SUS de AL cresce 79% em 2018

Imprimir esta Notícia

 

 

Repórter: Fabiano Di Pace

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

 

A Rede de Ouvidorias da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), que inclui o Hospital Geral do Estado (HGE), Hemocentro de Alagoas (Hemoal) – unidades de Maceió e Arapiraca – e o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), recebeu 2.653 demandas de usuários do SUS em 2018, 79,74% a mais que 2017, com 1.476 solicitações.

O crescimento de quase 80% das demandas em 2018 atesta a aceitação do serviço pelos usuários das unidades de saúde alagoanas. “A Ouvidoria SUS em Alagoas se firmou como uma ferramenta importante para a evolução da assistência prestada à população”, enfatizou a supervisora da Ouvidoria SUS em Alagoas, Janaílma Azevedo.

“A Ouvidoria caracteriza-se como um importante canal de comunicação entre os usuários do SUS e a gestão pública”, avalia a supervisora da Ouvidoria SUS em Alagoas, Janaílma Azevedo, ao informar que o prazo para responder ao usuário é de até 30 dias.

Capacitações – Os serviços de ouvidoria nos municípios alagoanos receberão um forte investimento este ano, por meio de capacitações. As capacitações têm como propósito descentralizar, divulgar e adquirir computadores para implantação do serviço em cada cidade do Estado.

A supervisora lembrou que, de acordo com a Lei 13.460, os municípios têm prazo até junho deste ano para implantar serviços de Ouvidoria SUS. Atualmente, 21 municípios alagoanos já possuem ouvidorias.

relacionadas

CIB