SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Lacen promove café da manhã para celebrar o Janeiro Branco

Imprimir esta Notícia

 

Repórter: Marcel Vital

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

 

O Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) promoveu nesta segunda-feira (4), um café da manhã de integração com seus servidores, iniciativa alusiva ao Janeiro Branco, mês dedicado ao alerta para a conscientização e prevenção dos transtornos relacionados à saúde mental. O foco foi na valorização da vida, gerando uma reflexão sobre os propósitos, as emoções e as relações interpessoais saudáveis. A solenidade aconteceu no refeitório do órgão, localizado no bairro Jatiúca, em Maceió.

O café da manhã contou com a presença de Núbia Lins, gerente interina do Lacen, que agradeceu aos servidores pelo trabalho e destacou a importância de cada um no atendimento e no cuidado à população na área da saúde. Em sua fala, ela enfatizou que, quando o servidor não tem o entusiasmo de sair de casa para ir ao seu trabalho, acaba por não realizar de forma efetiva o serviço como deveria.

“Uma das minhas missões é de desafiar a mim mesma diariamente. Tento trazer essa motivação aos servidores, para que eles tenham em mente que aqui não é um laboratório de patologia clínica, mas um laboratório de saúde pública, onde precisamos dar uma resposta imediata em relação à Atenção Primária, bem como às Vigilâncias à Saúde, Epidemiológica e Ambiental. Contudo, para isso acontecer, é necessário que ele seja visto e reconhecido, a fim de que consiga desempenhar bem a sua função”, salientou.

De acordo com Patrícia Melo, psicóloga do Lacen, a saúde mental é um assunto que precisa ser abordado durante todos os dias na vida do ser humano, visto que, apesar de estarmos no século 21, a população tem adoecido cada vez mais de transtornos mentais, a exemplo da depressão e da ansiedade. Ela acrescentou que a pressão psicológica no trabalho, o desequilíbrio espiritual e o preconceito são um dos motivos de os indivíduos não buscarem ajuda nos consultórios.

“Porque quando a pessoa procura apoio psicológico, a sociedade já o considera como fraco. E não é assim. Devemos ter a humildade de reconhecermos nossas falhas e buscar um especialista, pois somos limitados, haja vista que precisamos um do outro. E o Lacen disponibiliza do profissional de psicologia junto ao médico do trabalho com esse propósito. Por isso, a importância do cuidado com a saúde mental, uma vez que o branco, símbolo da campanha, permite que o indivíduo insira qualquer paleta de cor na sua vida e possa reescrever sua história de maneira significativa”, enfatizou.

Na ocasião, os servidores do Lacen homenagearam João Batista de Oliveira Neto, agradecendo pela sua dedicação e pelo seu trabalho realizado há 33 anos. “Fico lisonjeado com o meu ofício sendo reconhecido, isso deixou minha alma lavada ao ver os colegas mostrarem respeito e amizade. Em relação à saúde mental, achei a iniciativa fundamental, porque há um mês fiz uma cirurgia para a colocação de um marca-passo, onde fiquei com um psicológico abalado antes do procedimento. Mas, graças ao apoio dos meus familiares e amigos, fiquei com o meu emocional equilibrado. O bom relacionamento entre as pessoas aqui no Lacen torna o trabalho verdadeiramente saudável. Esse processo tem auxiliado para que as atividades no dia a dia sejam mais leves, a rotina se torne algo mais benéfica e prazerosa, além de auxiliar na manutenção de um ambiente agradável e seguro”, destacou o homenageado.

relacionadas

CIB