SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

HGE recebe representante de programa de excelência do MS

Imprimir esta Notícia

 

 

Repórter: Neide Brandão

Repórter Fotográfico: Olival Santos

 

 

A aplicação de estratégias de educação continuada, incorporação de novas tecnologias nos processos de gestão e readequação de medidas administrativas e de recursos, são algumas das áreas de atuação do Projeto de Reestruturação dos Hospitais Públicos, presente no Hospital Geral do Estado (HGE). O projeto possibilita uma análise interna dos processos e de fluxo assistencial da unidade hospitalar, assim como a implantação de novas práticas para prestação do serviço público de saúde.

Nos últimos dois dias, profissionais do HGE participaram do desenvolvimento do projeto através da aplicação do questionário de cultura de segurança do paciente, utilizado mundialmente em instituições públicas e privadas, onde se avalia a cultura de segurança do paciente nas diversas dimensões do hospital.

“Através das respostas dos colaboradores, conseguimos ter uma dimensão de como está a segurança do paciente dentro dos setores, como é a percepção dos profissionais sobre o assunto segurança de paciente no setor que se trabalha, intersetorial e em relação à liderança direta”, contou a enfermeira do projeto, Andréa Francisco.

Segundo ela, o questionário gera um relatório que, posteriormente, é encaminhado para o hospital. “Por meio dele conseguiremos identificar quais os setores e áreas mais frágeis que teremos que trabalhar para fortalecer a segurança do paciente dentro da instituição e, dessa forma, melhorar os processos e a assistência, visando sempre à qualidade e segurança”, comentou.

A partir deste relatório será elaborado um plano de ação focado nas fragilidades apresentadas. O questionário é aplicado em dois momentos. Agora para observar como está a segurança do paciente e no final do projeto para ser analisada a evolução a partir do que foi implementado.

Na ocasião, Eliane Rocha, coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do HGE, ressaltou que eventos adversos que acontecem com pacientes dentro de um hospital podem agravar a patologia inerente, como também causar outros danos com maior prejuízo à saúde do paciente e ônus ao hospital. “Trabalhar a segurança de pacientes nas unidades de saúde é fundamental, principalmente em um hospital como o HGE, que atende uma demanda muita grande e é de referência no estado”, lembrou a médica.

O Projeto de Reestruturação de Hospitais Públicos é desenvolvido pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em parceria com o Ministério da Saúde através do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS) e tem como objetivo implantar, monitorar e acompanhar os processos de qualidade e segurança, gestão e práticas adequadas.

O HGE é um dos 20 hospitais brasileiros escolhidos para integrar o projeto, junto com mais duas instituições de Alagoas. A conclusão dos trabalhos está prevista para 2020. Até lá, até lá muitas tarefas deverão ser cumpridas para que os avanços sejam alcançados com êxito.

“A participação no Projeto de Reestruturação nos proporciona um redesenho dos fluxos internos assistenciais, administrativos e de gestão de risco. Além da possibilidade de transferência de conhecimento, mudança de processos de gestão e da cultura de segurança do paciente. O HGE tem o compromisso em dar continuidade, com o apoio da Secretaria Estadual de Saúde, para o que for implantando possa avançar”, assegurou a gerente do HGE, Marta Mesquita.

relacionadas

CIB