SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Advogado Alexandre Ayres assume Secretaria de Estado da Saúde

Imprimir esta Notícia

Repórter: Petrônio Viana

Repórter Fotográfico: Thiago Henrique

O advogado Alexandre Ayres foi empossado nesta terça-feira (26), pelo governador Renan Filho, para o comando da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e garantiu o apoio aos municípios alagoanos nos serviços de Atenção Básica, a redução de despesas e a melhoria das condições de trabalho dos servidores da área. A posse marca o retorno de Ayres à Saúde, onde ele exerceu as funções de coordenador jurídico entre os anos de 2004 e 2009. Mais recentemente, no primeiro mandato de Renan Filho, o advogado ocupou a pasta do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).

“Estive na Secretaria da Saúde e conheço bem a pasta. Passei três anos e meio no governo Renan Filho como secretário do Meio Ambiente e hoje recebo essa missão com muita alegria. Temos um planejamento e a população terá uma resposta muito rápida com as mudanças que pretendemos empreender na Saúde”, disse o secretário.

Na posse desta terça-feira, o governador Renan Filho também destacou a atuação de Ayres na Semarh. “O Alexandre Ayres já tinha sido o secretário do Meio Ambiente com destacada atuação, sobretudo com duas ações muito importantes para a área. Uma delas, a perfuração de poços artesianos no Sertão, que atendeu cerca de 30 mil pessoas que não tinham acesso direto à água; e o fechamento dos lixões, fazendo com que hoje Alagoas seja um dos únicos estados do Brasil com 100% dos seus resíduos sólidos destinados a aterros sanitários. Na Saúde, também temos metas ambiciosas. Vamos entregar os equipamentos que estão quase prontos. Cada vez que a gente entregar um, aumentamos a nossa capacidade de agilizar as outras obras, de maneira que vamos ter fortes entregas na Saúde ao longo do Governo como um todo”, afirmou o governador.

Entre suas prioridades à frente da Sesau, Ayres também relacionou as inaugurações, no primeiro semestre deste ano, do Hospital da Mulher, localizado no bairro do Poço, e das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros do Tabuleiro do Martins e do Jacintinho, também em Maceió. “Em 2020, também devemos inaugurar o Hospital Metropolitano, na capital, e os hospitais regionais de Porto Calvo, União dos Palmares e Delmiro Gouveia. Esses são investimentos fundamentais para a regionalização da Saúde em Alagoas, ampliando o acesso da população aos serviços e reduzindo a sobrecarga sobre os hospitais que já funcionam, como o Hospital Geral do Estado”, observou Ayres.

De acordo com o governador Renan Filho, atualmente as obras do Hospital da Mulher estão com 97% dos serviços concluídos. O Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo, tem 50% das obras prontas. O Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares, tem 25% das obras concluídas e, em Delmiro Gouveia, o Hospital Regional do Alto Sertão está com 15% das obras prontas.

Para Ayres, também é essencial fortalecer o funcionamento dos equipamentos que já atendem a população, bem como valorizar os servidores da Saúde. “Os novos equipamentos vão desafogar o atendimento na capital, mas, antes de entregar equipamentos novos, o mais importante é valorizar o que a gente já tem. Nós precisamos melhorar a qualidade do HGE, que é o principal hospital de referência em Alagoas. Vamos atuar com muita transparência, valorizando o servidor. Precisamos melhorar as condições de trabalho dos servidores do HGE e das demais unidades para que a gente possa oferecer aquilo que o governador Renan Filho tanto tem pregado, que é uma saúde de qualidade para a população alagoana”, avaliou.

Atenção Básica

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, reafirmou a parceria com os municípios alagoanos na prestação dos serviços de Atenção Básica, dando o suporte necessário do Estado às prefeituras. De acordo com Ayres, esse reforço deverá reduzir a demanda de exames e cirurgias em Alagoas.

“Vamos aproximar a gestão da Sesau da população, oferecendo uma resposta mais imediata e reduzindo as filas de espera. Vamos lançar um grande programa de mutirão de cirurgias eletivas e um grande programa de incentivo à Atenção Básica, para que a gente tenha uma proximidade maior com o cidadão alagoano. Não se faz saúde pública se a gente não estiver ao lado dos municípios. Essa é uma parceria da qual não podemos abrir mão para melhorar os indicadores da Saúde no Estado e eles podem contar com a minha parceria, com a minha dedicação. Política pública se constrói conversando, dialogando e enfrentando os desafios”, afirmou Ayres.

De acordo com o secretário, a base da nova gestão da Sesau será o planejamento, com medidas que deverão otimizar os gastos e solucionar problemas tidos como crônicos. “Vamos trabalhar com um planejamento a curto prazo para acabar com o problema recorrente do abastecimento e investir a médio e longo na política de Atenção Básica. Nós precisamos otimizar os serviços e aproximar o trabalho da população, que ainda carece muito da saúde pública como um todo. Vamos diminuir a burocracia para comprar, de forma mais rápida e efetiva, para que a população tenha uma resposta mais célere. Esse é o nosso objetivo: reduzir os custos para que a população receba um serviço mais ágil e de melhor qualidade”, explicou Ayres.

relacionadas

CIB