SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Testes de HIV e sífilis podem ser feitos durante o Carnaval

Imprimir esta Notícia
Repórter: Fabiano Di Pace
Repórter Fotográfica: Carla Cleto

O período das festas de carnaval é tradicionalmente marcado por uma ocorrência maior de práticas e comportamentos de risco, como o sexo sem proteção e uso de drogas injetáveis. Por isso, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) alerta sobre a importância da prevenção e da realização dos testes rápidos para sífilis e HIV.

Em Maceió, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e o Hospital Helvio Auto funcionarão normalmente durante o carnaval e estão aptos a realizar os testes rápidos. “Durante semanas normais, os testes podem ser realizados na atenção básica nas unidades do Programa Saúde da Família”, explicou a responsável técnica do setor de combate às infecções sexualmente transmissíveis, Sheila Cristina.

Para a detecção dos vírus responsáveis pelas doenças é necessário esperar uma janela de 30 dias. “Porém, a realização do teste rápido é importante mesmo que o comportamento de risco tenha sido anterior a esse período. Ele vai observar se o paciente já estava infectado além da unidade realizar uma entrevista sobre os cuidados e providências que devem ser tomadas em caso de resultado positivo”, destacou Sheila.

Prevenção

De forma preventiva, a Sesau assegurou a entrega de um milhão e quatrocentos mil preservativos às secretarias municipais de Saúde em todo o Estado, que serão distribuídos durante o carnaval. “Locais que tradicionalmente recebem mais foliões, como a Barra de São Miguel, Marechal Deodoro e Paripueira, receberão uma quantidade reforçada de preservativos, além de pontos estratégicos na orla de Maceió e shoppings na capital e Arapiraca”, destacou Sheila.

A assessora lembrou que a prevenção ainda é a melhor maneira para assegurar segurança e bem-estar a todos. “O carnaval é uma época de alegria e as pessoas não devem deixar que um impulso crie consequências para a vida inteira. Não esqueçam usem sempre camisinha”, reforçou.

relacionadas

CIB