SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Samu apresenta os avanços das ações na 6ª Reunião Ordinária da CIB

Imprimir esta Notícia

Repórter: Arnaldo Santtos

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

Atualizada às 09h38 de 24/09/2019

Destacando os avanços que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) está consolidando nos dois últimos anos, o supervisor geral do Samu, Marcos Ramalho, apresentou nesta segunda-feira (23), na 6ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), as principais ações que estão sendo implementadas no órgão.

A reunião ocorreu no auditório do Conselho Regional de Psicologia (CRP), no bairro do Pinheiro, em Maceió, e contou com a participação de secretários municipais, médicos, enfermeiros, técnicos e assessores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e secretarias municipais de saúde de todo o Estado.

“Nossa maior preocupação é com o tempo-resposta do atendimento, ou seja, quanto mais rápido chegarmos ao local do atendimento, menos sequela a vítima pode apresentar. O tempo-resposta é fundamental e a demora pode custar a vida de alguém”, salientou Marcos Ramalho, observando que, “para a equipe de assistência realizar o trabalho com rapidez, é preciso ter, também, uma estrutura administrativa qualificada e essa conquista está sendo alcançada”.

Marcos Ramalho disse que as capacitações dos socorristas que atendem pelas Bases Descentralizadas no interior do Estado estão sendo intensificadas para que a qualidade do serviço seja aperfeiçoada continuamente. Isso está ocorrendo graças ao trabalho que está sendo desenvolvido pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP) de Maceió como também o de Arapiraca.

Saúde Mental

“Nos orgulhamos muito do fato de Alagoas ter sido o primeiro Samu do Brasil a criar o Serviço de Controle de Infecção Pré-Hospitalar e também o Núcleo de Segurança do Paciente. Isso significa mais cuidado com os profissionais que atuam no Samu, como também, com as centenas de vítimas que atendemos diariamente”, ressaltou Marcos Ramalho.

O Samu  também criou, recentemente, a Comissão de Ética Médica, que tem a função de não apenas fiscalizar as ações, mas, sobretudo, orientar o profissional para realizar o trabalho com eficiência e eficácia. Criou ainda  a Comissão de Ética da Enfermagem.

Até o mês passando já foram realizadas seis ações de valorização do servidor, que abrangeu 486 servidores, capacitação de 75 acadêmicos de medicina e enfermagem, cinco visitas técnicas realizadas, 38 capacitações, o que abrangeu 1.363 participações.

“Já está quase tudo pronto para que o Samu disponha de uma ambulância exclusiva para o atendimento de pacientes com problemas de saúde mental, porque a demanda do atendimento aumentou muito. Daí a nossa preocupação com esses pacientes”, anunciou Marcos Ramalho.

Ele destacou também os atendimentos que o Samu realizou. No primeiro semestre deste ano foram 26.099. O número de traumas atendidos aumentou em 118% se comparado com o mesmo período do ano passado. O Serviço Aeromédico também aumentou em 72%.

Ramalho finalizou a apresentação destacando que nesses quase 16 anos de existência (que será comemorado em dezembro desse ano), o Samu realizou 406.586 atendimentos.

relacionadas

CIB