SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Sesau promove mutirão e pacientes conseguem agendar cirurgias

Imprimir esta Notícia

Repórter: Fabiano Di Pace

Repórteres Fotográficos: Carla Cleto e Olival Santos

Organizado para diminuir a fila de espera para cirurgias em Maceió e interior de Alagoas, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) iniciou nesta quinta-feira (5) o Programa Mutirão de Cirurgias, no bairro Benedito Bentes. Denominada de “Cidade da Saúde”, uma arena foi montada próximo da Escola Estadual Marcos Antônio Silva para receber a população e realizar uma triagem dos pacientes para procedimentos cirúrgicos de hérnias do tipo umbilical, inguinal e epigástrica, histerectomia (para casos de mioma) e colocistecmomia (pedra na vesícula). A triagem acontece até este domingo (8).

No primeiro dia dos atendimentos, o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, acompanharam o andamento de todo o processo da triagem e conversaram diretamente com a população. “Este é o maior programa de realização de cirurgias da história de Alagoas, e atenderá as pessoas que residem em Maceió, bem como no interior de nosso estado”, destacou o governador.

O secretário Alexandre Ayres explicou que o paciente que chegou ao Mutirão de Cirurgia passará por avaliações médicas e deixará o local com a sua cirurgia devidamente agendada e com os exames pré-operatórios já realizados.

“Montamos uma estrutura para que os exames de sangue, ultrassom e raio-x fossem realizados no local, na ‘Cidade da Saúde’, com o principal objetivo de agilizar os processos de marcações de cirurgias de hérnias do tipo umbilical, inguinal e epigástrica, histerectomia, em casos de mioma, e retirada de pedra na vesícula. É uma iniciativa muito importante para atender cinco mil pessoas tanto em Maceió quanto no interior de Alagoas”, contextualizou o secretário.

Alexandre Ayres assegurou, ainda, que todo o apoio no pós-operatório também será assegurado pela Secretaria de Estado da Saúde. “Todos os remédios necessários e apoio hospitalar estão garantidos”, complementou.

Pacientes – Presente ao mutirão, a moradora do Benedito Bentes, Lúcia Ferreira de Menezes, de 51 anos, ficou feliz em sair do local com sua cirurgia devidamente agendada. Ela foi a primeira a realizar a consulta médica e os exames preparatórios para o procedimento cirúrgico.

“Irei realizar a minha cirurgia para retirada de pedras na vesícula no Hospital da Mulher, já no dia 10 de dezembro. Estou otimista e feliz por finalmente tratar dessa condição de forma segura. Há mais de três anos eu estava aguardando uma oportunidade e não tinha condições financeiras de passar por esse processo. Quando ouvi falar do Mutirão de Cirurgias, tratei de me organizar para conseguir mais este objetivo que é cuidar da minha saúde”, explicou a moradora.

Damião Silva tem 54 anos, também residente no bairro do Benedito Bentes, compareceu à “Cidade da Saúde” e avaliou que o Mutirão de Cirurgias chegou como esperança para tratar as hérnias que o incomodam há muito tempo. “Farei os exames e a cirurgia. Após retirar essas hérnias, que tanto dificultam e me preocupam, espero ganhar qualidade de vida”, ressaltou.

Para Maria de Lourdes, de 50 anos, que mora no Salvador Lyra, o mutirão atende a uma necessidade urgente da população. “Vim para o mutirão para conseguir uma histerectomia. A quantidade de pessoas que compareceu reforça a importância desse esforço e espero que iniciativas como essa se tornem rotina”, declarou.

Segundo Geonice Peixoto, assessora técnica da Sesau, a estrutura que está atendendo na ‘Cidade da Saúde, conta com uma equipe de 75 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e apoio administrativo.

“Inicialmente programada até o sábado, a triagem no Benedito Bentes será estendida até domingo para atender a demanda. Com o devido agendamento, as mulheres serão encaminhadas para realizar a cirurgia no Hospital da Mulher, recentemente inaugurado pelo Governo de Alagoas, e os homens nos hospitais contratualizados pela Sesau”, finalizou.

relacionadas

CIB