SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Nutricionista do Hospital Geral dá dicas de alimentos para o Verão

Imprimir esta Notícia

Repórter: Thallysson Alves

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

O Verão é a estação mais quente do ano, com temperaturas elevadas e ocorrência de chuvas. Mas, frustrando um pouco as expectativas dos meteorologistas, as precipitações têm sido poucas e o calor chegado ao nível insuportável em algumas regiões, principalmente em cidades mais afastadas do litoral. Então para evitar que o lazer termine no hospital, a nutricionista do Hospital Geral do Estado (HGE), Carolina Braga, dá dicas de alimentos que podem fazer toda a diferença na manutenção da saúde.

“É importante se atentar a pelo menos três requisitos básicos: hidratação constante, consumo diário de frutas ricas em vitamina C e fuga dos alimentos gordurosos, industrializados e frituras. Também é preciso se atentar ao armazenamento dos alimentos quando transportados, pois nesse calor a tendência é que se estraguem muito mais rápido. Por isso, é sugerido que os acondicionem em temperaturas adequadas a cada tipo de comida”, afirmou Carolina Braga.


Água mineral, sucos de frutas, isotônicos e água de coco são bem vindos a qualquer instante do dia, pois, além de promover hidratação, há a reposição de vários minerais. “A depender de cada pessoa, o uso da bebida alcóolica invariavelmente ocorre, mas não se deve exagerar, sempre intercalando com doses de alguma dessas bebidas hidratantes e jamais conduzir qualquer veículo após o consumo”, acrescentou a nutricionista do HGE.

Outra indicação da profissional é que crianças, jovens, adultos e idosos comam a cada três horas, dando preferência às frutas ricas em vitamina C, como: limão, kiwi, acerola e goiaba. “Elas agem como antioxidantes, nutrem as células, reparam danos causados pelos excessos e são fundamentais na proteção do organismo (aumento dos níveis de anticorpos) e cicatrização de feridas”, informou Carolina Braga.

Curtindo mais um dia de sol, a família do pintor industrial Claudionor Guimarães foi à praia de Pajuçara, em Maceió. Ele salientou que se preocupa com os hábitos alimentares saudáveis necessários durante o verão, estendendo à folia de Carnaval, ao intercalar a sua cerveja com frutas e água mineral.

“Geralmente quando vamos à praia levamos de casa água e suco. Não comemos alimentos muito gordurosos. Eu tenho dois filhos e dois netos. É dessa forma que a gente costuma curtir os momentos de folga. E mesmo quando as crianças pedem um alimento vendido na rua, costumamos antes da compra observar as condições de armazenamento, se existe algum risco de estar estragado, para, então, efetuar a compra. É mais comum, inclusive, que a gente nem compre”, contou Claudionor, enquanto consumia um cacho de uvas.

A nutricionista aprova a conduta de Claudionor. Ela sugere que, nos momentos de passeios e lazeres, os pais ou responsáveis tenham muita atenção aos alimentos, comprados ou não. “Cuidado, mais uma vez, com gorduras e frituras, em especial o queijo coalho e o churrasquinho, pois neles podem conter vários microrganismos patogênicos que serão prejudiciais a sua saúde. Infelizmente nessa época do ano é comum que os hospitais atendam mais doentes por intoxicação ou infecção alimentar”, alertou.

No final de tudo, a nutricionista do HGE recomenda dar preferência a refeições leves, ricas em carboidratos complexos (integrais) e proteínas (carnes) magras. “É interessante o consumo de salgados assados, castanhas e amendoins sem sal. Mas o que importa mesmo é que todos possam desfrutar saudavelmente os momentos de alegria do verão”, ressaltou Carolina Braga.

relacionadas

CIB