SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Samu recebe 85 novos acadêmicos de Medicina para estágio curricular

Imprimir esta Notícia

Repórter: João Victor Barroso

Repórteres Fotográficos: João Victor Barroso e Igor Nascimento

Iniciando as capacitações e treinamentos do ano de 2020, o Núcleo de Educação Permanente NEP da Central Maceió recebeu os 85 novos acadêmicos de Medicina que irão estagiar durante o primeiro semestre de 2020 no Serviço de Atendimento Móvel (Samu) de Alagoas. Os estudantes participaram do Curso de Atendimento Pré-Hospitalar e as atividades se encerraram nesta sexta-feira (10), na sede do órgão, localizada no bairro Farol.

Os estudantes cursam Medicina no Centro Universitário Cesmac e na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal). Ao longo do curso que antecede o estágio, eles tiveram aulas práticas e teóricas que servirão como base para o período em que os futuros médicos passarão na Central Maceió.

As aulas teóricas aconteceram no auditório da Casa da Indústria, com os socorristas do Samu abordando temas como regulação, cinemática do trauma, avaliação inicial do paciente traumatizado, APH queimado, trauma de tórax e abdômen, traumatismo raquimedular e traumatismo crânio encefálico.

De acordo com Bresser Diniz, assessor técnico do NEP, esse curso de atendimento pré-hospitalar é uma forma de habilitar os estudantes para que estejam aptos para o período que irão passar na instituição. “A maior parte dos assuntos abordados durante a parte teórica já foi visto por eles na graduação e o que nós fazemos é adaptar as temáticas para a realidade vista diariamente pelos socorristas do Samu. Após o conteúdo teórico, os acadêmicos colocam em prática tudo o que aprenderam com treinamentos e situações simuladas”, explicou o assessor.

Os acadêmicos ficarão de plantão nas Bases Descentralizadas do bairro Trapiche, Serraria e na Central de Regulação localizada no bairro Farol. Sob a supervisão dos médicos do Samu, os estagiários irão conhecer melhor a dinâmica vivida pelos profissionais da regulação médica, acompanhando as ligações recebidas pelo número 192 e também sairão nas ocorrências junto com as equipes de socorristas das Unidades de Suporte Avançado (USAs).

A parte prática do Curso de Atendimento Pré-Hospitalar contou com manejo de materiais dentro das ambulâncias, uso do desfibrilador externo automático e desfibrilador, ressuscitação cardiopulmonar, via aérea, imobilização da cervical e de membros, retirada de capacete, rolamento, K.E.D. e retirada rápida, ergonomia no APH e maca a vácuo.

A acadêmica Clara Vieira, estudante do 11º período de Medicina do Cesmac, é uma das integrantes da nova turma de estagiários. Segundo ela, antes mesmo de pensar em estagiar no Samu, teve seu irmão salvo pelos socorristas em 2015, o que a faz compreender a importância do aprendizado que terá ao longo dos próximos seis meses.

“Sou grata duplamente ao Samu, primeiro por ter salvo a vida do meu irmão, que sofreu um acidente de carro na região de Santana do Ipanema. Segundo pela instituição ter aberto as portas para que pudéssemos adquirir todos esses conhecimentos na área da urgência e emergência. Nesses dias de treinamento, pude mensurar o quão difícil é ser um socorrista e espero aproveitar muito esses três meses do estágio para agregar muito mais conhecimento na área do APH, que me atrai muito”, relatou a acadêmica.

relacionadas

CIB