SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

CSA incentiva doação de sangue em jogo da Copa do Nordeste

Imprimir esta Notícia

Repórter: Josenildo Törres

Fotos: Ascom CSA Oficial

Atualizada às 17h41

Para incentivar a doação voluntária de sangue, o CSA promoveu a Campanha Azulino Sangue Bom, durante a partida contra o CRB, ocorrida no domingo (9), e válida pela Copa do Nordeste. Para marcar a ação, torcedores do clube entraram em campo vestidos de camisas que ressaltaram a importância do gesto solidário, que pode salvar até quatro vidas.

A iniciativa ocorreu em parceria com o Hemocentro de Alagoas (Hemoal), visando incentivar os torcedores do CSA a se candidatarem à doação de sangue. Isso porque, durante o período carnavalesco, o número de doadores cai drasticamente, mas, durante a festa de momo, as transfusões historicamente duplicam.

“A parceria com o CSA é muito importante para o Hemoal, principalmente nesta época do ano. Esperamos que outros times também se sensibilizem à causa da doação voluntária de sangue”, ressaltou o supervisor administrativo do Hemoal, Ronaldo Lima.

Onde doar – Em Maceió, os voluntários podem realizar suas doações de sangue no Hemoal Trapiche, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 17h. A unidade está localizada na Rua Dr. Jorge de Lima, ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE).

Também é possível se candidatar a doação de sangue no Hemoal Farol, que funciona no Hospital Veredas (antigo Hospital do Açúcar), e atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h. Já no interior do Estado, as doações podem ser realizadas no Hemoal Arapiraca, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30, no prédio do Laboratório Municipal, na Rua Geraldo Barboza, no bairro Centro.

Quem pode doar – Além de ter peso igual ou superior a 50 kg, idade entre 16 e 69 anos, o candidato à doação de sangue deve portar um documento de identificação com foto. No caso dos menores de 18 anos, é imprescindível estar acompanhado dos pais e portar um documento de identificação oficial e original dos responsáveis.

Há impedimento para as pessoas que tenham contraído hepatite, após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas. No caso das gestantes e lactantes é proibida a doação e, para repetir o ato solidário, as mulheres ficam impedidas durante três meses e os homens devem respeitar um prazo de dois meses.

relacionadas

CIB