SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Resultado da seleção para Residência Médica em AL é divulgado nesta quinta-feira

Imprimir esta Notícia

Repórter: Thallysson Alves

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

Foram divulgados nesta quinta-feira (13) no site <www.strixeducacao.com.br> os resultados da seleção para residência médica em Alagoas. Os candidatos aprovados na primeira convocação devem efetuar a matrícula no próximo dia 20 no hospital escolhido para iniciar os estudos. Em caso de não comparecimento no período indicado, os candidatos classificados na lista de espera serão convocados conforme a ordem de classificação.

Ao Hospital Geral do Estado (HGE) estão destinadas 16 vagas em cinco especialidades: cinco para clínica médica, quatro para medicina de emergência, três para ortopedia e traumatologia, uma para neurologia e três para pediatria. E nos outros hospitais poderão ingressar mais 84 residentes distribuídos nas áreas de anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral, cirurgia vascular, emergência pediátrica, área cirúrgica básica, ginecologia e obstetrícia, medicina de família e comunidade, medicina do trabalho, medicina intensiva, medicina intensiva pediátrica, neonatologia, otorrinolaringologia, radiologia e diagnóstico por imagem, radiologia intervencionista e angiorradiologia.

No momento da matrícula, o aprovado deve entregar a ficha de cadastro preenchida, modelo disponível no mesmo site, e apresentar fotocópia legível e sem rasuras junto dos seguintes documentos oficiais: diploma de graduação em medicina, carteira do Conselho Regional de Medicina (os que ainda não tiverem podem apresentar declaração/protocolo do Conselho para comprovar que o candidato já deu entrada no seu registro), certificado de conclusão da Residência Médica finalizada anteriormente (caso inscrito no Programa de Especialidade com Pré-Requisito ou em Áreas de Atuação, sendo universidade pública brasileira registrada pela Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação) e documento de identificação oficial com foto.

“No caso daqueles que estejam na condição de concluinte do curso de Medicina ou que, recém-formado, ainda não possua o diploma do curso deverá comprovar a conclusão por meio de documento oficial, expedido pela coordenação da graduação, conforme a resolução da Comissão Nacional de Residência Médica. Para realização da matrícula é imprescindível que o candidato já tenha realizado a colação de grau do curso de medicina”, explicou o médico Fernando Fidélis, presidente da Comissão Estadual de Residência Médica de Alagoas (Cerem/AL).

Outros detalhes previstos no edital são de que o médico estrangeiro ou brasileiro que cursou medicina no exterior deverá comprovar a revalidação do diploma por universidade pública brasileira para que seja deferida sua matrícula. O candidato estrangeiro deverá, ainda, apresentar fotocópia autenticada do Registro Nacional de Estrangeiros e do visto definitivo de permanência no Brasil e comprovar proficiência em Língua Portuguesa atestada por instituição oficial (CELPE-BRASIL). Se inscrito em Programa de Acesso, deverá apresentar Diploma de Graduação traduzido por tradutor juramentado e revalidado também por universidade pública brasileira, na forma da Legislação Educacional Brasileira (Resolução CFM no. 1.832/2008) e do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Mais informações sobre o processo seletivo estão nas publicações disponíveis no mesmo endereço eletrônico. Se mesmo assim o candidato necessitar de mais esclarecimentos sobre as vagas ofertadas no HGE, a Comissão de Residência Médica (Coreme), localizada no segundo piso do hospital, está apta para atendimento presencial de segunda à sexta, de 8h às 15h, ou pelo telefone (82) 3315-7398.

“Estamos prontos para receber os novos residentes do HGE. Que venham com sede em sabedoria e vontade de unir forças. Nosso intuito é oferecer aos nossos pacientes o melhor atendimento necessário à recuperação, então o estudo e a pesquisa são de extrema relevância para alcançarmos os nossos objetivos”, reforçou o gerente do HGE, Paulo Teixeira.

relacionadas

CIB