Campanha de prevenção de acidentes no trânsito chega a Arapiraca

No ano passado, durante os quatro dias de carnaval foram registrados 956 óbitos, desse total mais da metade (636) foram mortes envolvendo acidentes de trânsito.
Foto: Vilcéia Melo
Campanha de prevenção de acidentes no trânsito chega a Arapiraca
A ação educativa faz parte da campanha "Amigo de verdade não deixa o outro beber e dirigir".
Repórter:

 

A campanha de prevenção de acidentes no trânsito deste Carnaval,  desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde em parceria com os municípios, Detran, SMTT's, entre outras instituições, está intensificando ações no interior.

Esse trabalho de conscientização está sendo realizado pelos técnicos  e artistas da Companhia de Teatro da Meia Noite, que invadiu, na terça-feira (9),   ruas e cruzamentos no Centro de Arapiraca.

Ao som de charanga, o colorido das roupas e a alegria dos atores chamavam à atenção de motoristas e pedestres. O motivo do barulho e da encenação teatral tem uma causa  importante: alertar os condutores de veículos sobre os cuidados no trânsito que devem ser tomados, principalmente, no período carnavalesco. 
 
A ação educativa faz parte da campanha "Amigo de verdade não deixa o outro beber e dirigir", promovida pela Secretaria Estadual de Saúde, Detran e  secretarias municipais de Saúde e de Trânsito.    
 
De acordo com gerente de Articulação Intersetorial da Diretoria de Promoção da Saúde,  Eloy Yanes, no carnaval o volume de pessoas que deixam suas casas para brincar o carnaval é crescente e por a festa de Momo ser regada a bebida alcóolica, os foliões se esquecem que álcool e direção é uma mistura perigosa.
 
“Por isso a importância de campanhas educativas para conscientizar a população que existem outras opções para garantir segurança a todos, como passar a chave do veículo para alguém que não ingeriu bebida alcoólica, pegar um táxi ou até mesmo andar de ônibus. O carnaval é período de alegria e diversão, portanto, não combina com dor e choro decorrentes dos acidentes trágicos. Esperamos que os condutores de veículo não se esqueçam disso durante o carnaval", disse Yanes.
 
Segundo dados da Sesau e do Detran, no ano passado durante os quatro dias de carnaval foram registrados 956 óbitos, desse total mais da metade (636) foram mortes envolvendo acidentes de trânsito.
 
"Realizamos em parceria com a Sesau, campanhas constantes de conscientização sobre os cuidados no trânsito, mas os números de acidentes assustam a cada ano. É preciso valorizar a vida, pensar no ser humano que está ao seu lado no veículo ou aquele que trafega pelas rodovias. Após um acidente com óbito, a dor e o trauma são imensuráveis, por isso vamos brincar o carnaval com segurança”, recomendou Amália Ricardo, gerente de Educação do Detran.



Fonte: Ascom/Sesau-AL