SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

SAMU

SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA – SAMU

Com a missão de salvar vidas, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) começou sua trajetória em terras alagoanas como Central de Regulação e Leitos, em 29 de maio de 2001, após terem sido firmados dois convênios entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e o Ministério da Saúde (MS). Os convênios 3.215/98 e 3.198/98 asseguraram ao Estado, em especial à capital Maceió, um maior suporte para os atendimentos de urgência e emergência e gestantes de alto risco.

Mas em 16 de dezembro de 2003, após a resolução de nº 68, da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) do Estado, o projeto para a implantação do Samu em Alagoas foi aprovado e Central de Regulação e Leitos passou a ser a Central Maceió do Samu. Incialmente a Central foi custeada pelo Governo do Estado, até ser habilitada pelo MS para receber recursos federais, o que só veio a acontecer em 07 de julho de 2004, por meio da portaria de nº 1.403.

A Central de Maceió é responsável por coordenar 16 bases descentralizadas, localizadas na I Macrorregião de Alagoas que são: União dos Palmares, Viçosa, São Miguel dos Campos, Porto Calvo, Coruripe, Joaquim Gomes, São Luiz do Quitunde, Maragogi, Teotônio Vilela, Rio Largo, Murici, Marechal Deodoro, Barra de Santo Antônio, Colônia de Leopoldina, São Miguel dos Milagres e Atalaia.

Alagoas também possui outra Central responsável pela II Macrorregião de Saúde do Estado, localizada em Arapiraca. O Samu Arapiraca começou as atividades em 25 de setembro de 2006 e foi habilitado pelo MS, com a publicação da portaria de nº 2.930, de 20 de novembro de 2006.

As bases descentralizadas pertencentes à Central de Arapiraca são: Penedo, Ouro Branco, Delmiro Gouveia, Pão de Açúcar, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, Cacimbinhas, Maribondo, Porto Real do Colégio, Campo Alegre, Mata Grande, Girau do Ponciano, São Sebastião, São José da Tapera, Inhapi, Piranhas, Olho D´Água do Casado, Batalha e Traipu.

Com essas 35 bases descentralizadas, sendo uma a cada 30 km, Alagoas é um dos únicos estados do Brasil que possui bases do Samu instaladas estrategicamente para cobrir todas as regiões do Estado, oferecendo a população um atendimento pré-hospitalar eficaz.

Atualmente o Samu dispõe, em Maceió, de nove ambulâncias do tipo Unidade de Suporte Básico (USB) e cinco Unidades de Suporte Avançado (USA UTI móvel), uma delas para o Serviço Neonatal (o serviço é pioneiro no País); quatro motolâncias além do Aeromédico (UTI Aérea), único do Norte/Nordeste que é mantido com recursos próprios do governo do Estado.

Em Arapiraca são três Unidades de Suporte Básico (USB), três Unidades de Suporte Avançado (USA), além de três motolâncias.

As equipes de saúde do Samu são formadas por médicos, técnicos de enfermagem, enfermeiros e condutores socorristas.

O regulamento técnico dos Sistemas Estaduais de Atenção Integral às Urgências e Emergências foi criado pela  Portaria 2.048/2002 do Ministério da Saúde, e os objetivos são: regular as urgências e emergências; o atendimento pré-hospitalar fixo e móvel; o atendimento hospitalar; as transferências inter-hospitalares, entre outros serviços pertinentes.

Pela Portaria também existe o Núcleo de Educação em Urgência (NEU) e  o Núcleo de Educação Permanente (NEP), responsáveis pelo treinamento e atualização de todo o pessoal que atua no Samu.

 

Horário de Atendimento: Todos os dias da semana – 24 horas por dia.
Como acionar: 192
*Gestor do Samu Maceió: Dárbio Renato Alvim Santos
Endereço Postal: Rua Goiás, 800, CEP 57.055-320, Maceió-AL
Telefone: (82) 3315 – 1859
*Gestor do Samu Arapiraca: Camilla Cinthia Santos Veiga
Telefone: (82) 3521 – 9302
Assessor de Imprensa: Arnaldo Santtos – Jornalista – 9 8876 8241

Entre em contato através do formulário abaixo:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem