Alagoas prorroga campanha de vacinação contra pólio para dia 30

Postos voltam a funcionar na próxima terça-feira, dia 28.
Foto: Olival Santos
Alagoas prorroga campanha de vacinação contra pólio para dia 30
Mais de 220 mil crianças menores de cinco anos foram imunizadas contra a pólio, o que corresponde a 80,22% da meta
Repórter:
valdete_calheiros

A Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil em Alagoas foi prorrogada para a próxima quinta-feira, 30. Até hoje, 220.506 crianças menores de cinco anos foram imunizadas contra a pólio, o que corresponde a 80,22% da meta preconizada pelo Ministério da Saúde que é o de vacinar 276.467 crianças.
 
Em relação à Campanha de Vacinação contra o sarampo, a rubéola e a caxumba 233.148 crianças foram vacinadas, o que corresponde a 69,59% da meta do governo federal que é de 335.015 crianças menores de sete anos imunizadas. 
 
A campanha, realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em parceria com o Ministério da Saúde e os 102 municípios alagoanos, foi iniciada no último dia 13.
 
A Campanha de Vacinação contra o sarampo, a rubéola e a caxumba se estende até o próximo dia 22 de julho.
 
A gerente estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI), Denise Castro, chamou a atenção dos pais para a importância da vacinação. “A paralisia infantil e o sarampo são doenças graves”.
 
Ainda conforme o PNI, em alagoas, em relação à vacinação contra poliomielite, 22 municípios estão com uma cobertura vacinal maior e/ou igual a 95% e outros 79 possuem uma cobertura vacinal entre 50% e 95%.
 
Quanto à vacinação contra sarampo, rubéola e caxumba, 11 municípios estão com uma cobertura vacinal maior e/ou igual a 95% e outros 85 possuem uma cobertura vacinal entre 50% e 95%.

Paralisia Infantil – O Brasil está livre do vírus causador da poliomielite desde 1989, quando o último caso da doença foi registrado, na Paraíba. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial de Saúde o certificado de eliminação da pólio.
 
No entanto, enquanto houver circulação do vírus em qualquer região do mundo é necessário continuar com a vacinação, pois há o risco de importação de casos provenientes de países que ainda registram a doença, como Paquistão, Índia, Afeganistão e Nigéria.
 
Sarampo – A campanha contra o sarampo foi antecipada em oito Estados – Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul – com o objetivo de manter o Brasil sem transmissão disseminada do vírus, uma vez que, neste momento, há surto da doença na Europa. Com a chegada das férias de julho, o fluxo de turistas estrangeiros para o Brasil e a saída de brasileiros para o exterior aumenta bastante.
 
Os Estados cuja Campanha de Vacinação contra o sarampo foi antecipada foram definidos a partir de critérios como maior fluxo turístico, maior densidade populacional e baixa cobertura da vacina tríplice viral nos últimos anos.



Fonte: Ascom / Saúde


Boletins

Dengue

Número do Boletim: Sem_14_2014
Número do Boletim: Sem_13_2014
Número do Boletim: Sem_12_2014
Número do Boletim: Sem_11_2014

Epidemiológico

Número do Boletim: 03/2014
Número do Boletim: Nº1_2014
Número do Boletim: 1_2014
Número do Boletim: 02/2014

Gestor

Mortalidade Infantil

DST/AIDS

Promoção da Saúde

Número do Boletim: 2
Número do Boletim: 1

Séries Históricas

Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012

Notas Técnicas

Resoluções