Campanha de vacinação contra sarampo prossegue até o dia 5 de agosto

Objetivo é atingir a meta estabelecida pelo MS de 95%
Foto: Olival Santos
Campanha de vacinação contra sarampo prossegue até o dia 5 de agosto
Com objetivo de reforçar a campanha serão disponibilizados postos de vacinação nos Shoppings Maceió e Pátio
Repórter:
Luciana Mendonça

Para atingir a meta, foi prorrogada até o dia 05 de agosto, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a campanha de vacinação contra sarampo em Alagoas. Com o objetivo de reforçar a campanha, no período de 27 a 30 deste mês, serão disponibilizados postos de vacinação nos Shoppings Maceió e Pátio. Já no dia 30, haverá uma mobilização em Maceió, onde a vacinação será realizada em lugares estratégicos e distritos de Saúde da capital. 
 
A Campanha tem o objetivo de vacinar 335.015 crianças de um a menores de sete anos.  Em Alagoas, de acordo com os dados do Programa Nacional de Imunização (PNI), até nesta sexta-feira (22), foram imunizadas 294.461 crianças contra o sarampo, correspondendo a 87,89 da meta. 
 
“Esperamos que os pais levem os filhos ao posto de vacinação para tomar a vacina contra o sarampo, para que Alagoas possa atingir a meta preconizada pelo Ministério da Saúde que é de 95%. O sarampo é uma doença contagiosa e grave, podendo inclusive levar à morte”, alertou a gerente estadual PNI.
 
Denise Castro ressaltou que a Sesau tem garantido total apoio aos profissionais de saúde dos municípios que ainda não atingiram a cobertura vacinal. Ela informou que há dez anos Alagoas não registra caso de sarampo e que a vacina é o meio mais eficaz de prevenção.
 
A campanha contra o sarampo foi realizada em Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. Desses estados, apenas Minas Gerais atingiu a meta. O Ministério da Saúde utilizou três critérios para selecionar os oito estados que iniciaram a vacinação das crianças contra o sarampo: maior fluxo turístico, densidade populacional e baixa cobertura da vacina tríplice viral nos últimos anos.
 
Em 2011, até 19 de julho, os estados e os municípios notificaram ao Ministério da Saúde a ocorrência de 18 casos de sarampo no Brasil, relacionados à importação do vírus de genótipo D-4, que circula na Europa. Os casos foram nos estados do Rio Grande do Sul (7), Rio de Janeiro (4), São Paulo (3), Bahia (1), Mato Grosso do Sul (1), Piauí (1) e no Distrito Federal (1). É importante ressaltar que, desde 2000, o vírus selvagem não circula no país.
 
Doença – O sarampo é uma doença infecciosa altamente contagiosa e faz parte do grupo das doenças que se manifestam por alterações marcantes da pele. Além das manchas avermelhadas na pele, que começam no rosto e progridem em direção aos pés, podemos citar os seguintes sintomas: febre, tosse, mal-estar, conjuntivite, coriza, perda do apetite e manchas brancas na parte interna das bochechas. O diagnóstico é feito através de exames clínicos e, quando necessário, confirmado por exame de sangue.



Fonte: Ascom / Saúde


Boletins

Dengue

Número do Boletim: Sem_13_2014
Número do Boletim: Sem_12_2014
Número do Boletim: Sem_11_2014
Número do Boletim: Sem_10_2014

Epidemiológico

Número do Boletim: 03/2014
Número do Boletim: Nº1_2014
Número do Boletim: 1_2014
Número do Boletim: 02/2014

Gestor

Mortalidade Infantil

DST/AIDS

Promoção da Saúde

Número do Boletim: 2
Número do Boletim: 1

Séries Históricas

Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012
Número do Boletim: 01.2012

Notas Técnicas

Resoluções